Os banhistas de uma praia brasileira não ganharam para o susto quando uma tromba de água atingiu a praia, levando cadeiras, tendas e toalhas pelo ar. O fenómeno aconteceu no domingo na praia de Candeias, no Recife, quando uma tromba de água se formou mesmo ao pé dos banhistas, na orla do mar.

A forte ventania avançou sobre o areal e criou um vórtice ao chegar ao continente. O fenómeno meteorológico causou o pânico entre quem estava na praia de Candeias, mas não provocou feridos graves. Apesar disso, um banhista ainda foi projetado da praia até à piscina de um hotel situado perto do local.

 

De acordo com os meteorologistas locais, citados pela TV Globo online, o fenómeno pode ter acontecido por causa da Zona de Convergência Intertropical e do Vórtice Ciclónico de Altos Níveis, sistemas que criam nuvens densas e trazem muita humidade e ventos fortes.

 

Mesmo assim, a Agência Pernambucana de Águas e Clima vai analisar as imagens recolhidas, e colocadas online por quem estava no local, para perceber se se trata mesmo de uma tromba de água e se poderá acontecer outra vez.

«Recebi um vídeo e vi que dessa nuvem sai um cone que vai até à superfície do mar, o que nós entendemos ser uma tromba de água de pequena escala. Como é um fenómeno localizado não há como prever, é muito pontual», explicou à TV Globo a meteorologista Edvânia Santos.