Vários homens armados invadiram o parlamento da Líbia, esta terça-feira, e iniciaram um tiroteio para impedir uma votação que iria eleger o novo primeiro-ministro do país.

Segundo disse o porta-voz do parlamento, Omar Hmeidan, à Reuters, várias pessoas ficaram feridas entre os disparos, iniciado por homens que terão uma ligação ao candidato derrotado.

Os deputados foram vistos a correr para fora do edifício.