Eddie Jamoldroy Justice, de 30 anos, bebia o último copo com os amigos, na discoteca, quando Omar Mateen entrou e disparou a matar. Eddie conseguiu fugir e escondeu-se na casa de banho das mulheres. Foi de lá que avisou a mãe sobre o que estava a acontecer.

Mamã, amo-te. Estão a disparar lá fora”, escreveu à mãe, num dos últimos SMS que trocou com ela.

Fechado na casa de banho. Ele vem aí. Vou morrer”, continuou.

Na mensagem seguinte, Mina Justice percebeu que o filho já não estava em segurança: “Ele apanhou-nos e está aqui connosco.”

As mensagens que Eddie Justice trocou com a mãe, mostradas pela própria à WFTV

E estas foram as últimas palavras que Mina recebeu do filho. Esta segunda-feira, sabe-se que Eddie Jamoldroy Justice é uma das 50 vítimas mortais do pior tiroteio da história nos Estados Unidos. Até agora, já foram divulgados 21 nomes, num site que está a ser atualizado à medida que as identificações são confirmadas e as famílias avisadas.