O fotógrafo de 27 anos baleado esta segunda-feira em Paris , na sede do jornal «Libération» cumpria o seu primeiro dia de serviço para a publicação, confirmou o editor.

Fancois Sergent disse à BBC News que encontrou o jovem baleado na receção, logo após os disparos. Neste momento encontra-se em estado crítico.

O suspeito dos disparos continua a ser procurado pela polícia, e pensa-se que será o mesmo homem que abriu fogo na sede do banco «Societe Generale».