Duas crianças e uma professora foram, esta quarta-feira, baleadas numa escola primária de Townville, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. O suspeito é um adolescente de 14 anos que foi detido logo após o incidente.  

 

 

Segundo escreve a agência Reuters, o jovem foi dominado por um bombeiro voluntário que o segurou, num recreio da escola, até chegarem as autoridades.

 

 

Pouco tempo depois, as autoridades fizeram saber que tinham encontrado um cadáver, do sexo masculino, numa casa perto do estabelecimento de ensino. Acrescentando que acreditavam que os dois episódios estavam, de alguma forma, relacionados.


Segundo avança a agência Reuters, antes de se dirigir à escola primária o adolescente, de 14 anos, assassinou o pai a tiro.


As duas crianças foram transportada para o hospital de helicóptero. A professora também está internada. Uma das vítimas, um menino de seis anos, está em estado crítico.


A porta-voz do Xerife de Anderson County,  Sheila Cole, disse, segundo a WYFF, que os factos ocorreram por volta da uma da tarde (hora local). Pouco depois, um forte dispositivo policial cercou o local. 


A escola, com cerca de 280 alunos, foi evacuada. As crianças foram transportadas de autocarro até uma igreja e os pais aconselhados a dirigirem-se para aquele local e não para a escola.