Pelo menos duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas num tiroteio registado esta quarta-feira à noite num bar/restaurante da cidade sueca de Gotemburgo, segundo a última atualização da BBC. 

«Está claro que isto não é um crime comum, é um caso de violência grave, e muitos indícios apontam para que esteja relacionado com gangues», disse a porta-voz da polícia Ulla Brehm em declarações à televisão pública sueca SVT.


Uma testemunha disse à televisão que duas pessoas entraram no restaurante com armas automáticas e começaram a disparar. Presume-se que as armas usadas sejam Kalashnikov. 

«Nem tive tempo de pensar no que estava a acontecer. De repente, reparei que o meu amigo estava a sangrar. tentei parar o sangue o melhor que podia com a minha mão», disse uma testemunha que não quis ser identificada. 


As vítimas mortais têm 20 e 25 anos, de acordo com informação da polícia. 

O ataque deu-se quando os clientes estavam a ver um jogo de futebol.

Este tipo de crime não é habitual na Suécia, mas a 30 de janeiro, outro homem morreu em circunstâncias semelhantes, à porta de um restaurante, e a polícia desconfia que os dois casos estejam relacionados.