Os veteranos da luta de Timor-Leste contra a ocupação indonésia têm a partir de hoje, no seu novo dia nacional, um hino composto pelo líder histórico timorense Xanana Gusmão e aprovado numa conferência em Díli.

O "Hino do 3 de março", em português, recorda a data em 1981 que marcou o início do processo de reorganização da resistência timorense, que sob tutela de Xanana Gusmão começou aí a avançar para a despartidarização.

Depois de pesadas perdas às mãos do exército indonésio, a reorganização marcou um dos períodos mais difíceis da luta pela libertação nacional, sendo vital para a sobrevivência de toda a resistência.