O chefe de Estado de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, aceitou esta quarta-feira o pedido de demissão do presidente do Tribunal de Recurso, Cláudio Ximenes, apresentado no passado dia 10, não tendo sido avançadas as razões do pedido.

«A aceitação do pedido de demissão tem efeito imediato, dando por terminado o terceiro mandato do presidente do Tribunal de Recurso, inicialmente nomeado até junho de 2015», refere a Presidência timorense, em comunicado divulgado à imprensa.

Segundo o comunicado, o juiz Cláudio Ximenes apresentou o pedido de demissão no passado dia 10 numa carta enviada à Presidência.

«O Presidente Taur Matan Ruak manifesta publicamente reconhecimento ao Senhor Dr. juiz Cláudio Ximenes pelo exercício das importantes responsabilidades que lhe estiveram confiadas e pela contribuição que deu ao desenvolvimento dos Tribunais e à consolidação do sistema de justiça de Timor-Leste», acrescenta a Presidência em comunicado.

A Lusa contactou Cláudio Ximenes, mas ainda não obteve resposta.