Um tibetano, com quatro filhos, tentou imolar-se pelo fogo na localidade de Tawu, na província chinesa de Sichuan, onde as tensões com as forças de segurança aumentaram perante a aproximação do 80.º aniversário de Dalai Lama.

Segundo a Campanha Internacional pelo Tibete, uma organização com sede nos Estados Unidos, na quarta-feira Tenzin Gyatso protagonizou um protesto para denunciar as fortes medidas de segurança que as forças paramilitares chinesas destacaram perante a proximidade do aniversário simbólico, a 06 de julho.

O homem foi detido por polícias armados após o incidente, que ocorreu na proximidade de um edifício governamental, não havendo informações sobre se está ou não vivo, informou a ONG em comunicado.