Um sindicato de jornalistas da Malásia condenou esta sexta-feira a suspensão indefinida imposta pelo Governo malaio a um jornal que publicou informações sobre os gastos do primeiro-ministro e da sua mulher.

O Ministério do Interior malaio ordenou o encerramento do semanário The Heat depois de este ter publicado uma notícia com o título «Todos os olhos sobre os gastos do primeiro-ministro Najib», que refere denúncias da oposição contra a mulher do governante que terá utilizado um avião do executivo para participar numa cimeira de mulheres no Qatar.

A medida surge depois de o jornal ter recebido, na semana passada, uma ordem para comparecer perante um tribunal e de o seu diretor ter sido exortado pelo próprio ministério a «baixar o tom» das suas informações, segundo o portal Malaysia Insider.