“The Floating Piers” é o nome da instalação de arte ambiental de Christo, o artista búlgaro de 81 anos, que permite caminhar sobre as águas do Lago Iseo. O sucesso da passagem de três quilómetros compostos por 200 mil cubos flutuantes, que ligam a cidade de Sulzano, em Itália, à ilha de Monte Isola, foi de tal forma que o horário de visitas teve de ser reduzido.

Segundo o jornal The Independent, o projeto do artista búlgaro foi de tal modo bem sucedido que chegou a atrair enormes grupos de visitantes. Desta forma, a instalação de arte, cujo acesso era gratuito e cuja intenção era estar disponível 24 horas por dia, passou a encerrar durante a noite devido à sobrelotação e aos materiais danificados que dela resultaram.

 

Due to the unprecedented interest in The Floating Piers, the Mayor of Monte Isola has asked that the work of art close each night to accommodate the sanitary needs of the island. Access to the piers will end at 22:00 (to allow all visitors to exit by 24:00) and reopen in the morning at 6:00. This schedule will begin tonight until further notice. We are grateful for everyone's understanding and ability to embrace every aspect of The Floating Piers experience, including the journey. A causa di un interesse senza precedenti manifestato nei confronti di The Floating Piers, il Sindaco di Monte Isola ha chiesto che l'opera venga chiusa tutte le notti per lo svolgimento di attività legate alle necessità di natura igienico sanitaria dell’isola. L'accesso ai pontili sarà chiuso alle ore 22 (per consentire a tutti i visitatori di lasciare i pontili entro la mezzanotte). I pontili riapriranno a partire dalle ore 6. I suddetti orari verranno applicati a partire da questa sera fino ad ulteriore notifica.  Vi siamo grati per la vostra comprensione e la vostra capacità di accogliere ogni singolo aspetto di questa esperienza che è The Floating Piers, compreso il viaggio. #update #thefloatingpiers

A video posted by The Floating Piers (@floatingpiers) on

 

Devido ao interesse sem precedentes pelo ‘The Floating Piers’, o presidente de Monte Isola pediu que a obra de arte encerrasse todas as noites e, assim, apoiar os esforços de manutenção da ilha”, explicaram os responsáveis pela instalação de arte no Instagram.

Nas primeiras fotografias publicadas, a instalação parecia bastante pacífica. Inaugurada a 18 de junho, a obra tinha capacidade para 20 mil pessoas em simultâneo. Contudo, na passada segunda-feira, o projeto contou com cerca de 70 mil visitantes.

Assim, a ideia inicial do artista para o seu projeto, de que “aqueles que experimentarem ‘The Floating Piers’ se vão sentir como se estivessem a caminhar na água – ou talvez no dorso de uma baleia” foi desfeita.