Primeiro, era muito gorda. Depois, tornou-se muito magra. Agora, a vencedora da 10ª edição do programa «The Biggest Loser», nos EUA, parece ter encontrado um equilíbrio. Quase dois meses depois de ter chocado os espectadores do «reality show» da NBC, ao perder mais de 70 quilos, o equivalente a quase 60% do seu peso, a atriz de 24 anos, que faz dobragens, engordou nove quilos e está feliz com a imagem.

Na nova edição da revista «US Weekly», Rachel Frederickson fala da vida depois de ter participado no programa, onde os concorrentes competem entre si com o objetivo de perderem peso, e conta como mantém a saúde.

«Engordei nove quilos», afirma a jovem, que agora pesa 56 quilos. «Acho que estou no meu peso ideal!», acrescenta.

Rachel é uma ex-atleta, tem 24 anos, mede 1,62 e com a ajuda dos treinadores conseguiu perder mais de 70 quilos no programa. Depois de pesar 117,9 kg a atriz chegou aos 47,69 quilos. O aspeto apresentado pela concorrente na final do programa, em fevereiro, causou grande surpresa tanto aos espectadores como aos especialistas que não deixaram de dar voz às preocupações.

De acordo com os entendidos, a atriz passou nessa altura a registar um índice de massa corporal inferior ao recomendado. Nas redes sociais, os internautas reprovaram a nova imagem da concorrente, dizendo que esta se encontrava demasiado magra, fraca e doente.

Hoje em dia, Rachel Frederickson mostra-se um pouco mais descontraída em relação à rotina diária para manter a forma.

«Faço exercício uma hora por dia, seis dias por semana. Adoro aulas como SoulCycle», refere. «Também conto vagamente calorias, mas às vezes como uma bolacha Oreo. Não é o fim do mundo», desdramatiza.

E como é que se mantém motivada? «Fazemos telefonemas mensais aos outros concorrentes e ao psicólogo do programa», explica Frederickson. «E a nossa nutricionista está disponível 24 horas por dia. Telefono-lhe do mercado e pergunto-lhe: o que é isto? Como irei cozinhá-lo?», revela.

Rachel Frederickson percorreu um longo caminho desde a rapariga que entrou no «reality show» com 117,9 kg, mas não se arrepende de nada do que aconteceu desde então. Mesmo as reações negativas à perda excessiva de peso foram «uma prenda», diz ela. «Dei origem a uma discussão sobre o corpo e a imagem», acrescenta. «E isso é enorme», conclui.