Os Rangers do Texas estão a investigar o motivo que levou a polícia a matar a tiro uma mulher de 93 anos na sua casa. O crime aconteceu numa pequena cidade do Texas, perto de Dallas e com apenas cinco mil habitantes. A mulher foi baleada várias vezes esta terça-feira e a ajuda terá sido chamada por um familiar da vítima.

«O que sei é que fomos chamados por causa de uma mulher que estava a empunhar uma arma», disse o procurador do Ministério Público. «O polícia pediu-lhe para baixar a arma e quando ela não baixou foram disparados tiros», disse, explicando que o polícia pediu para a idosa baixar a arma pelo menos três vezes.

Três vezes foi também o número de tiros que foram disparados. A mulher foi atingida pelo menos duas vezes, foi transportada para o hospital, mas acabou por morrer.

O polícia responsável pelos disparos está de licença e aguarda o desenrolar do inquérito. «Nós estamos muito tristes com isto. Toda a gente na administração está profundamente desapontada pela morte da senhora», disse.

À televisão KBTX, associada da CNN, os moradores locais mostraram-se profundamente afetados e contam como «Ms. Sully era uma «mulher doce».

«Mesmo que ela tivesse uma arma, ela estava com 90 anos», disse uma das moradoras. «Eles podiam ter disparado para o ar para a assustar. Talvez tivesse deixado cair a arma. Não a vejo a disparar contra ninguém», insistiu.