Pelo menos duas pessoas morreram à passagem do furacão Harvey pelo sudeste do estado norte-americano do Texas.

No sábado à noite, uma idosa morreu afogada no carro, ao tentar atravessar as ruas inundadas de Houston.

Sexta-feira à noite, um homem já tinha morrido num incêndio em Rockport, onde ainda se registaram cerca de uma dúzia de feridos.

O Harvey, inicialmente de categoria 4 na escala de Saffir-Simpson (em que o máximo é 5), tocou terra em Rockport, perto de Corpus Christi, por volta das 22.00 de sexta-feira (04:00 de sábado em Lisboa), com ventos máximos de 215 quilómetros por hora.

O furacão foi perdendo força em terra e acabou por passar a tempestade tropical. No entanto, os seus efeitos vão fazer-se sentir durante vários dias.

Até agora, no Texas, mais de 200 mil pessoas ficaram sem energia, houve telhados e árvores arrancados e formaram-se pequenos tornados.

Em Houston, a chuva das últimas horas é tanta que pode bater um recorde com 40 anos.