Um paquistanês acusado de associação terrorista e de ser um dos autores do atentado mortal em Peshawar, no Paquistão, em 2009, foi detido no aeroporto de Roma, anunciou esta sexta-feira a polícia italiana.

A detenção do presumível terrorista, imigrante instalado na Itália, foi feita na quinta-feira numa operação conjunta das polícias antiterroristas de Roma e de Sassari (Sardenha) e em colaboração com a polícia de fronteiras, segundo a agência noticiosa AFP.

Este homem desembarcou de um voo proveniente de Islamabad, capital do Paquistão, e é suspeito de ter hospedado em Roma, e depois em Olbia (Sardenha), um dos seus cúmplices, “um presumível ‘kamikaze’ que tinha sido designado para cometer um atentado em território italiano”, segundo um comunicado da polícia de Sassari, que coordenou a investigação.