Os Estados-Membros da União Europeia decidiram esta sexta-feira, numa reunião extraordinária em Bruxelas, "definir "imediatamente" o reforço do controlo nas fronteiras externas da UE, disseram fontes europeias citadas pela AFP.

Foi também solicitada uma rápida revisão das regras do espaço Schengen, para que se possa avançar com "controlos sistemáticos dos europeus cidadãos",até aqui reservados apenas para cidadãos de países terceiros. 

A Comissão Europeia apelou também à criação de uma agência de inteligência europeia. 

"Esperamos que a Europa, que tem perdido muito tempo com uma série de questões urgentes, tome agora as decisões que tem de tomar", disse o ministro do Interior de França, Bernard Cazeneuve.