Lassana Bathily, o empregado muçulmano do supermercado

numa marcha em solidariedade com as vítimas do ataque ao jornal