Oito polícias morreram e pelo menos 37 ficaram feridos, após confrontos com um alegado grupo terrorista, na madrugada deste domingo, no norte da Macedónia.
 
Catorze terroristas terão sido mortos nos confrontos, segundo disse o porta-voz do ministério do Interior, Ivo Kotevski, à agência Reuters.
 
Os confrontos começaram ontem, na cidade de Kuma-Novo, quando a polícia tentou deter 70 suspeitos.
 
O grupo reagiu em força, com armas automáticas e engenhos explosivos.
 
As autoridades foram obrigadas a evacuar parte da cidade e durante esta manhã ainda se ouviam disparos na zona onde decorre a operação.
 
O governo diz que a ação policial visava um grupo terrorista, que veio do estrangeiro e que pretendia organizar ataques dentro da Macedónia.
 
Este país dos Balcãs vive uma crise política e os confrontos deste fim-de-semana decorrem numa zona onde há uma minoria albanesa. Uma população que tem entrado frequentemente em choque com a maioria Macedónia.