A Polícia Nacional espanhola deteve esta terça-feira em Barcelona duas pessoas que difundiam, através de uma rede de perfis virtuais, conteúdos extraídos diretamente dos meios oficiais da organização terrorista Estado Islâmico.

"Eles foram contratados através de uma complexa rede de perfis virtuais, para difundir conteúdos diretamente diretamente dos meios oficiais da organização terrorista DAESH (acrónimo em árabe para Estado Islâmico)."

Os dois detidos elaboravam também material próprio para a Internet com o fim de ampliar as atividades proselitistas da organização terrorista, informou em comunicado o Ministério do Interior.

Esta operação contra o terrorismo jihadista na Internet tem sido coordenada pelo Tribunal Central de Instrução número 4 da Audiência Nacional e vai continuar a decorrer.

Espanha tem reforçado as medidas de segurança, desde os ataques no início deste ano em Paris, contra o terrorismo para impedir a radicalização de jovens. 

Desde janeiro deste ano, já foram detidas 44 pessoas suspeitas de ter ligações com o Estado Islâmico, quase o mesmo número que em todo o ano de 2014.