A CIA destruiu mais de 12 vídeos com interrogatórios a suspeitos de terrorismo, revelaram sexta-feira documentos judiciais.

As 12 gravações fazem parte de uma colecção mais vasta de 92 vídeos de interrogatórios antiterroristas que a Agência dos Serviços Secretos norte-americanos destruiu.

A destruição das gravações é agora alvo de uma acção judicial interposta contra o governo pela União das Liberdades Cívicas norte-americanas.

Os métodos de interrogatório da CIA são secretos mas chegaram a incluir a simulação do afogamento, uma forma de tortura, até à transferência de detidos para prisões secretas fora dos Estados Unidos a fim de serem interrogados.