O cantor neo-nazi norueguês, Kristian «Varg» Vikernes, foi detido por suspeitas de planear um ataque terrorista em França. O suspeito que tem ligações ao terrorista Anders Behring Breivik foi detido depois da mulher ter comprado quatro espingardas.

O ministro do Interior francês já declarou que o músico era uma potencial ameaça à sociedade. Vikernes foi um dos destinatários do manifesto que Breivik enviou por mal antes de matar 77 pessoas no ataque que realizou, na Noruega, em 2011.

Uma fonte da Procuradoria-Geral da República Francesa declarou que «existiam várias suspeitas de que ele poderia concretizar um violento ataque». O cantor de heavy metal, conhecido como Varg, foi condenado em 1994 por ter esfaqueado mortalmente um homem em Oslo e por ter incendiado várias igrejas.

Acabou por ser libertado em 2009 e mudou-se para França com a mulher e os três filhos. O jovem cantor discutiu abertamente o manifesto de Breivik no seu site, mas criticou a morte de inocentes.