“Foi terrível, parecia que estávamos em 2005 outra vez”, contou à AFP um residente na capital paquistanesa.




abalou o Nepal