Um sismo de magnitude 6,1 atingiu esta segunda-feira o Mediterrâneo entre Marrocos e Espanha, indicou o Centro Geológico dos Estados Unidos da América.

A agência EFE escreve que o terramoto e as subsequentes réplicas provocaram ferimentos em 15 pessoas na cidade espanhola de Melilla, no norte de África.

O sismo registou-se no mar de Alboran, pelas 04:22, a 62 quilómetros da cidade marroquina de Al Hoceima e a 164 quilómetros de Gibraltar, sendo seguido de outro abalo de magnitude 5,3.

O tremor foi sentido em toda a costa de Málaga e Granada, bem como em Sevilha, Andaluzia, Madrid, Múrcia, Jaén, Ceuta e Melilla, segundo o Instituto Nacional Geográfico espanhol, que fixou a intensidade do sismo em 6,3.
 
De acordo com o jornal El País a maioria dos danos materiais foram registadas em edifícios em Melilla.
 
Após este sismo principal, que levou muitos habitantes de Melilla a sair à rua, sucederam-se réplicas, também com o epicentro no mar de Alboran. No total, foram registadas nove réplicas, com magnitudes entre 2,9 e 4,6 graus.