O Centro Sismológico Euro-Mediterrânico (CSEM) registou esta quarta-feira um sismo de 6,8 na escala de Richter no Equador, um mês depois de um abalo que matou centenas de pessoas naquele país.

O presidente do Equador já informou que não há, para já, registos de danos.

De acordo com o CSEM, o sismo ocorreu às 07:57 (mais uma hora em Lisboa) ao largo da costa do Equador, a 165 quilómetros da capital, Quito, e com epicentro a uma profundidade de 40 quilómetros.

A 17 de abril, o Equador foi abalado por um sismo de grau 7,8 (Richter), que causou pelo menos 654 mortos.