O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) revelou esta segunda-feira que precisa de 15 milhões de dólares para responder às necessidades de 250 mil crianças do Equador afetadas pelo sismo que há um mês atingiu o país.

Num comunicado, a agência da ONU sublinha que os fundos recebidos para responder à emergência provocada pelo sismo do mês passado no Equador "continuam a ser extremamente baixos".

A Unicef diz precisar de 15 milhões de dólares norte-americanos (cerca de 13 milhões de euros) para cobrir as necessidades de 250 mil crianças até meados de julho e que até agora só recebeu 15% desse valor.

O terramoto que abalou o Equador a 16 de abril teve uma magnitude de 7,8 na escala de Richter. O sismo provocou pelo menos 650 mortos.