O terminal Eurostar da Gare du Nord, em Paris, foi evacuado nesta manhã, depois de as autoridades identificarem um objeto suspeito na mala de um dos passageiros.

O objeto suspeito era, na verdade, uma bala usada na Segunda Guerra Mundial e, segundo o proprietário, seria uma lembrança que adquirira em Paris e que agora levava para Inglaterra. 

Várias testemunhas confirmam o sucedido e descrevem um grande aparato policial dentro do terminal depois de todas as pessoas terem saído. A viagens retomaram a normalidade cerca de 40 minutos depois de as autoridades inspecionarem o local, mas pelo menos um comboio registou um atraso significativo. 

Uma das testemunhas foi o jornalista de desporto do jornal The Guardian, Barney Ray, que escreveu no Twitter: "Um passageiro tem uma lembrança da II Guerra Mundial na mala. Militares com armas automáticas mandaram sair centenas de pessoas do terminal Eurostar."

Fonte próxima da gestão do terminal disse ao jornal Daily Mail que o alerta foi dado pela equipa de segurança que inspeciona as malas. 

O porta-voz da Gare du Nord esclareceu, através do Twitter, que a partida de um dos comboios teria um atraso de cerca de 40 minutos até que a situação retomasse a normalidade. O representante da estação de comboios confirmou também que a bala ficou com as autoridades. 

Isto não é, com certeza, permitido nos comboios e por isso foi investigado", justificou o porta-voz.