Um incêndio numa casa vitimou, esta segunda-feira, três adultos e seis crianças de uma família de dez pessoa, em Memphis, no estado norte-americano do Tennessee. Uma outra criança ficou em estado grave e está no hospital local.

As vítimas era todas da mesma família e as autoridades acreditam que foram incapazes de sair da casa em chamas devido ao gradeamento nas janelas e à fechadura de segurança da porta.

O alerta foi dado através de uma chamada para o 911, número de emergência dos Estados Unidos, por volta da 1:30 da madrugada. Os bombeiros chegaram ao local cerca de quatro minutos depois do telefonema.

Quando chegaram à ocorrência, as chamas já consumiam um compartimento da casa, que mais tarde se viria a confirmar ser a sala. No local, os bombeiros pouco mais conseguiram fazer do que combater o fogo e tentar acudir quem estava no interior.

As grades nas janelas e as trancas das portas impossibilitou o socorro mais rápido das pessoas. Quando conseguiram entrar na habitação, já não havia nada a fazer.

A casa tem duas portas, ambas na parte da frente, e a família ficou impossibilitada de chegar à saída por causa das chamas que deflagraram na sala.

De acordo com os órgãos de comunicação locais, os bombeiros demoraram cerca de 15 minutos até conseguiram entrar na casa e retirar as 10 pessoas que se encontravam no interior.

Inicialmente, os bombeiros identificaram quatro adultos, mas mais tarde confirmaram que uma dessas pessoas era menor. Entre as vítimas mortais estão mais cinco crianças. Uma outra foi transportada para o hospital local onde se encontra com prognóstico reservado e em estado grave.

As causas dos óbitos ainda não são conhecidas, mas as autoridades acreditam que a inalação de fumo terá sido fatal para a maioria das vítimas, outras terão morrido devido às queimaduras provocadas pelas chamas.

Os menores, vítimas deste incêndio residencial, têm idades compreendidas entre os três e os 16 anos. Apesar do elevado número de vítimas mortais, três adultos e seis crianças, o incêndio só consumiu 25 por cento da casa.

Um jornal local  avança números diferentes dos oficiais. Segundo o Tennessean, o incêndio vitimou 11 pessoas, das quais sete são crianças e quatro são adultas. 

No final da operação de rescaldo, os bombeiros estavam devastados pela dimensão da tragédia.

Este é o incêndio mais tráfico em Memphis desde 1920”, disse a diretora do departamento de incêndios dos bombeiros de Memphis, Gina Sweat. “Nada nos pode preparar para este tipo de acontecimentos”.

“Em 27 anos no departamento de incêndios de Memphis, nunca vi tantas vítimas numa mesma ocorrência”, disse o porta-voz Wayne Cooke.

No interior da casa foram encontrados detores de fumo, mas não se sabe se estariam a funcionar ou por que motivo não dispararam. As causas do incêndio ainda não são conhecidas e continuam sob investigação das autoridades.