O tufão Kalmaegi chegou a Hainão, na China, obrigando à retirada de 90 mil pessoas da costa este da ilha, como medida de precaução, informa a agência Xinhua.

A companhia aérea China Southern Airlines anunciou o cancelamento de todos os voos de e para a capital da província, Haikou, sendo também suspensos os serviços de ferry e comboios.

Em Macau, o tufão Kalmaegi causou cinco feridos ligeiros num total de 86 incidentes, informaram as autoridades.

Os serviços de meteorologia chineses ativaram o alerta laranja, o segundo mais severo da escala.