Pelo menos dez peregrinos foram mortos por esmagamento no exterior de um templo hindu no leste da Índia, numa desordem que pode ter causado ferimentos em até 150.000 pessoas, informou a polícia.

“Dez pessoas, incluindo uma mulher devota, foram confirmadas mortas. Outras 15 a 20 pessoas ficaram feridas”, disse à AFP, o diretor adjunto da polícia no estado de Jharkhand, onde ocorreu o incidente, SN Pra Pradhan.

A confusão ocorreu no exterior do templo de Baidyanath Jyotirlinga, depois de peregrinos terem corrido para o edifício, assim que foram abertas as portas do templo, disse o responsável à AFP.