Pelo menos quatro pessoas morreram e outras quatro estão desaparecidas na China devido à passagem do tufão «Utor» que causou esta semana fortes ventos e chuvas torrenciais, informou a agência oficial Xinhua.

As autoridades chinesas calculam que a tempestade afetou mais de 2,5 milhões de pessoas, das quais 321.500 foram retiradas das suas casas, nomeadamente na cidade de Maoming, na província de Guangdong, no sul do país.

As chuvas causaram inundações, que destruíram cerca de 4.000 casas nas províncias de Guangdong e de Guangxi.