O governador do Estado norte-americano de Maryland, Larry Hogan, declarou no domingo o estado de emergência devido às inundações causadas por chuvas torrenciais em Ellicott, a oeste de Baltimore.

De acordo com as autoridades, não há registo de feridos ou vítimas mortais, mas os níveis de água já atingiram, em algumas zonas, o primeiro andar de alguns edifícios.

O Serviço de Meteorologia norte-americano alertou para uma "situação extremamente perigosa" e instou os motoristas a não conduzirem em estradas inundadas.

Em junho de 2016, a comunidade situada ao longo da margem oeste do rio Patapsco, em Maryland, foi atingida por fortes inundações que provocaram dois mortos.

Tempestade Alberto aproxima-se da Florida e obriga a evacuações

A tempestade tropical Alberto, a primeira da temporada no Atlântico, aproximou-se da costa norte do Golfo do México no fim de semana, com ventos e chuvas torrenciais a obrigarem a evacuações em algumas ilhas norte-americanas da Florida.

Em comunicado, emitido no domingo, as autoridades norte-americanas ordenaram a evacuação de pequenas ilhas ao longo da costa do Golfo e do condado de Franklin, assim como das casas móveis e parques de veículos recreativos.

Perante a previsão de chuvas torrenciais, os estados norte-americanos da Florida, Alabama e Mississipi declararam o estado de emergência em vários condados.

As ondas podem causar risco de vida", alertou o Centro de Furacões de Miami. As praias do sudeste da Florida encontravam-se, assim, praticamente vazias na véspera do 'Memorial Day', feriado anual que homenageia, na última segunda-feira de maio, os militares norte-americanos mortos em combate.

Na quinta-feira, a Administração Nacional Oceanográfica e Atmosférica (NOAA, sigla em inglês) dos Estados Unidos divulgou a previsão de entre 10 a 16 tempestades este ano. Destas, de cinco a nove podem tornar-se furacões.

Entre agosto e setembro de 2017, três grandes furacões — Harvey, Irma e Maria —, atingiram a região quase consecutivamente, causando centenas de mortos e danos no valor de milhões de dólares nas Caraíbas e no sudeste dos Estados Unidos.