O ator brasileiro Guilherme Karan morreu, esta quinta-feira, aos 58 anos.

O ator braisleiro estava internado há cerca de dois anos no hospital Hospital Naval Marcílio Dias, no norte do Rio de Janeiro.

Guilherme Karan sofria da doença Machado-Joseph, uma doença degenerativa e hereditária, que tem como sintomas a falta de coordenação, dificuldade em caminhar, desequilíbrio do eixo corporal e dificuldade em deglutir.  

De acordo com o pai, Alfredo Karam, em declarações ao jornal brasileiro Extra, o ator herdou a doença da mãe, que morreu devido à mesma anomalia genética.

Os três irmãos do ator apresentaram também sintomas da mesma doença - dois já morreram e a mais nova, Luciana, também está doente.

O ator fez parte de algumas telenovelas brasileiras, das quais se desta a participação em "Dona Beija", "Explode Coração", "O Clone", "Pecado Capital" e "Perigosas Peruas".