O líder supremo do Irão, Ayatollah Ali Khamenei, pediu este domingo às forças armadas do país para reforçarem «a sua preparação», apontando uma declaração norte-americana segundo a qual a «opção militar» contra Teerão continua intacta.

O dirigente iraniano declarou perante militares que o Irão não aceita «essas observações estúpidas», depois de um responsável militar norte-americano, Martin Dempsey, ter afirmado na sexta-feira que a «opção militar» permanece «intacta» para impedir o Irão de ter a bomba nuclear.

«Todas as forças, (...) o exército, os Guardas da Revolução (força de elite) devem aumentar a sua preparação militar e defensiva dia após dia», declarou Khamenei, acrescentando que se trata de «uma diretiva oficial», cita a Lusa.