A cidade chinesa de Wenzhou, na província de Zhejiang, vai gastar 20.000 euros em software para monitorizar telemóveis, noticia esta quinta-feira a imprensa oficial.

De acordo com o Global Times, a polícia da cidade de Wenzhou planeia gastar um total de 49.000 yuan (20.000 euros) em equipamento «concebido para desbloquear smartphones de modo a poder monitorizar as chamadas, mensagens, fotos e outras informações [trocadas]».

O jornal especifica que as autoridades desejam recorrer a «trojan horses», programas que permitem infetar computadores ou smartphones para obter informação sem o conhecimento ou consentimento dos donos dos aparelhos.