Um polícia afegão matou esta terça-feira dez dos seus colegas no distrito de Chinarto, província de Uruzgan, no sul do país, o segundo ataque de um infiltrado nas forças governamentais no espaço de uma semana.

“O polícia drogou dez dos seus colegas e depois matou-os a tiro”, explicou à AFP Dost Mohammad Nayab, porta-voz do governador do Uruzgan, sobre o ataque.

O autor do ataque roubou as armas das vítimas e fugiu do local.

Os talibãs já reivindicaram o ataque, mas apenas admitem a morte de nove polícias.

(Foto de arquivo)