O Afeganistão voltou a enfrentar uma série de ataques talibã contra objetivos civis e militares que fizeram pelo menos 21 mortos e dezenas de feridos enquanto o Exército mantém operações reclamando a morte de “meia centena” de extremistas.

Os talibãs lançaram nas últimas horas pelo menos quatro ataques – dois em Cabul, um no sudoeste do país e outro no leste do Afeganistão – contra diferentes objetivos e numa altura particularmente sensível visto que a violência dos extremistas tem-se intensificado com a proximidade da retirada das forças da Aliança Atlântica.

Num dos atentados registados este sábado na capital, pelo menos seis militares afegãos morreram e 17 civis, ficaram feridos na sequência de um ataque suicida.