O táxi conduzido por um homem identificado como Zhou, esta quarta-feira, em Taiwan, foi atingido pela asa do avião da TransAsia que se despenhou sobre uma ponte com 58 pessoas a bordos. Há pelo menos 23 mortos. Embora não seguisse no avião, podia ter sido uma das vítimas.

 
O aparelho atingiu o vidro para-brisas e depois o capô. Uma imagem captada no local mostra  o taxista a abandonar o veículo e a deitar-se no chão. Ainda assim, de seguida, o homem fez uma chamada telefónica, quiçá, para avisar a família de que estava vivo.

 
Doente cardíaco, o motorista acabou por desmaiar com o susto. Foi levado para o hospital, mas não morreu. O «The Mirror» citou-o:

«Sou o homem mais sortudo do mundo».


Fonte do hospital citada pelo «The Telegraph» referiu que o «senhor estava muito assustado» e «com dores nos olhos» quando acordou. Para além de uma atenção redobrada aos seus problemas cardíacos, também foi acompanhado pela psiquiatria, já que apresentava um quadro de trauma. 

Não é para menos, viu um avião passar-lhe à frente, viu a vida terminar à sua frente. O estado em que ficou o carro caracteriza bem a violência do embate.

A televisão local TVBS referia que dentro do táxi estaria uma cliente. A mulher terá ficado ferida e foi levada para o hospital,mas a cadeia de TV não adiantou mais nada sobre o seu estado de saúde.