Um navio de Taiwan com 49 tripulantes a bordo desapareceu no Oceano Atlântico sem qualquer sinal de pedido do socorro, mas pouco depois do comandante reportar que o navio estava a meter água.

O Hsiang Fu Chun, navio de 700 toneladas para a pesca da lula, perdeu o contacto com os seus proprietários na madrugada de 26 de fevereiro.

Na altura do desaparecimento, a embarcação seguia numa zona a cerca de 1.700 milhas náuticas ao largo das ilhas Malvinas, referem os dados dos satélites.

Além do capitão e de um engenheiro chefe de Taiwan, o navio integrava ainda 11 chineses, 21 indonésios, 13 filipinos e dois vietnamitas.

Taiwan lançou uma operação de busca e pediu ajuda a países como a Argentina e a Grã-Bretanha e a navios que se encontram na região.