O tsunami que a 26 de dezembro de 2004 atingiu a Ásia, fez 230.000 vítimas em mais de uma dezena de países. Entre as muitas histórias de dor e de perda, destaca-se uma com final feliz, a de Amber Owen, uma menina britânica que tinha oito anos na altura e que passava férias em Pukhet, na Tailândia, com a mãe e o padrasto.

Apesar do abalo sentido nessa manhã, a família não deu grande importância e seguiu a rotina normal daqueles dias de férias. Amber adorava os elefantes que transportavam os turistas na praia. O seu favorito era Ning Nong.

Naquela manhã, a seguir ao pequeno-almoço, Amber estava a passear nas costas de Ning Nong e lembra-se do animal estar ansioso, evitando a beira da água. A dada altura, o elefante de quatro anos começou a fugir da praia para o interior, com Amber ainda no dorso a gritar.

O elefante só parou quando chegou perto de um muro e elevou o corpo de modo a que a menina subisse para lá e ficasse em segurança. Logo a seguir, a onda gigante varreu a praia. Amber não sabe o que aconteceu a Ning Nong, mas ele salvou-a. Muitos dos que estavam naquele dia na praia não sobreviveram.

Agora com 20 anos, Amber Owen recordou ao Daily Mail este momento inesquecível da sua ainda curta história de vida. A conversa veio a pretexto do novo filme de Michael Morpurgo, inspirado neste episódio vivido na maior tragédia natural do século XXI.