Ainda não vai ser esta noite que o processo de resgate dos 13 jovens presos na caverna vai começar.

O governador local foi questionado sobre o assunto e negou a intenção de começar o processo hoje: "Não, não vai começar. Os meninos ainda não podem mergulhar neste momento." 

Narongsak Osotthanakorn revelou ainda que as crianças conseguem andar dentro da caverna, mas que isso não é suficiente porque é obrigatório que nadem e neste momento isso é impossível, até porque para chegarem à superfície as crianças têm de fazer um percurso de cinco horas.

Mesmo assim, o governador afirmou que caso comece a chover intensamente o resgate terá início imediato. As chuvas vão intensificar-se no fim de semana e teme-se que as cavernas possam ficar inundadas, o que seria fatal. Por isso urge agir, mas sem precipitações. Como plano B estão a ser cavados vários túneis na expectativa de chegar diretamente ao local, mas até agora sem sucesso.

Esta sexta-feira, um mergulhador morreu após levar oxigénio aos jovens, algo que deixou evidente a dificuldade em realizar o resgate.