As autoridades da Malásia encontraram 19 valas na selva, na fronteira com a Tailândia, com os restos mortais de pelo menos 24 pessoas, alegadamente vítimas de tráfico humano, informa hoje a imprensa local.

A descoberta aconteceu na colina Wang Burma, perto de onde, em maio, foram encontradas mais de 100 sepulturas em campos clandestinos geridos por máfias, numa operação contra o tráfico de pessoas que desencadeou uma crise de refugiados na região.

A polícia malaia acredita que a má nutrição e os maus-tratos são a causa mais provável para a morte destes migrantes, cujos restos mortais estavam enterrados a pouca profundidade.