O ex-primeiro-ministro da Tailândia Abhisit Vejjajiva e o ex-chefe do Exército Aungpong Pojinda foram absolvidos de abuso de poder pela Comissão Anticorrupção no caso da repressão dos protestos dos camisas vermelhas em 2010, informam hoje os media locais.

O secretário da comissão, Sansern Poljiak, anunciou na terça-feira a resolução, a qual também absolve o ex-vice-primeiro-ministro Suthep Thaugsuban, noticia hoje o jornal Bangkok Post.

O órgão abriu uma investigação contra os três ex-responsáveis por terem ordenado a dispersão, à força, dos protestos antigovernamentais entre 10 de abril e 19 de maio de 2010, que resultou em 92 mortos e em cerca de 1.800 feridos.