Um tribunal da Tailândia condenou esta terça-feira um jovem a uma pena de prisão pelo crime de lesa-majestade por ter publicado comentários considerados como um insulto à monarquia, informam os ‘media’ locais.

O juiz diminuiu a sentença inicial de cinco anos para dois anos e meio depois de o estudante, de 24 anos, identificado como Akaradej, se ter declarado culpado, refere o portal Prachatai.

Akaradej foi detido a 18 de junho na sua residência universitária depois de ter sido denunciado à polícia pelo titular da conta de Facebook na qual o jovem escreveu o comentário considerado insultuoso com a assinatura «o tio Dom também ama o Rei».