A escola de Elmete, em Roundhay, Leeds, no Reino Unido permitia que os alunos entre os 11 e os 16 anos fumassem nas instalações, durante os intervalos. Foi a forma que o antigo diretor encontrou para que os menores não saíssem do edifício. No entanto, o novo responsável pelo estabelecimento de ensino já garantiu que isso vai deixar de acontecer, escreve a «Sky News».

A escola recebe 75 alunos com problemas comportamentais, emocionais e dificuldades sociais. Uma grande parte, simplesmente, não ia à escola e quando ia, saia quando queria. Deixá-los fumar, garantia a sua presença no estabelecimento. Quando chegavam à escola, os alunos entregavam os cigarros, que lhes eram devolvidos nas horas dos intervalos a meio da manhã e à hora de almoço. Já os funcionários da escola, tinham de sair das instalações para fumarem.

Foi, entretanto, aberta uma investigação pelas autoridades da área educativa ao caso.

No Reino Unido, tal como em Portugal, é proibida a venda de tabaco a menores de 18 anos.