O Vaticano chamou e suspendeu de funções o núncio apostólico, Josef Wesolowski, na República Dominicana, acusado de pedofilia pela imprensa local.

A Santa Sé anunciou que foi aberta uma investigação ao arcebispo polaco, que há quase seis anos era o embaixador do Vaticano no país das Caraíbas.

O Procurador-Geral da República Dominicana salientou que na investigação judicial civil em curso serão tidas em conta normas internacionais, dado o estatuto de diplomata do arcebispo, que não se encontra no entanto no país.