Uma mulher britânica morreu no passado Domingo ao tentar atravessar a nado o Canal da Mancha, na Inglaterra.

O objetivo do trajeto percorrido pela mulher era conseguir donativos para uma instituição de caridade que ajudava crianças doentes, mas percorrido cerca de um quilómetro e meio terá encontrado «sérias dificuldades», segundo afirma a polícia francesa, citada pelo Daily Meal.

Depois de ser imediatamente retirada da água, através de um barco de apoio, Susan Taylor, de 34 anos, foi assistida por um helicóptero da Marinha francesa que a transportou para o hospital de Boulogne-sur-mer, onde foi declarada sem vida pelas 19.00 de domingo da hora local.

A britânica tinha desistido da sua vida de escritório para começar a treinar para os 21 quilómetros de uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo.