Vários tigres atacaram um grupo de homens depois de um deles ter matado uma cria, num parque nacional em Sumatra. Um dos homens morreu na sequência do ataque dos tigres, os outros conseguiram escapar trepando uma árvore.

O grupo, que estava no parque natural à procura de madeiras com incenso raras, foi atacado na quinta-feira. Aconteceu depois de matarem, acidentalmente, um tigre bebé.

Os sobreviventes conseguiram lançar o alerta a partir dos telemóveis pessoais. Uma equipa de resgate entrou na selva no sábado.

O parque nacional tem uma extensão de quase oito mil quilómetros quadrados, sendo que «seriam necessários dois ou três dias a andar pelos confins da selva», disse o chefe da polícia Dicky Sondani citado pela «BBC News».

Aldeões que receberam o aviso tentaram ajudar os cinco sobreviventes no próprio dia, mas sem sucesso. Na base da árvore estavam, permanentemente, pelo menos quatro tigres.

«Se os tigres permanecem ali temos que disparar sobre eles ou sedá-los», afirmou o agente acerca de uma das espécies em perigo de extinção.

Os tigres Sumatra só existem na Indonésia.