Um suicida fez explodir um carro armadilhado, este domingo, na cidade iraquiana de Ramadi, provocando a morte a 37 pessoas.

Segundo fontes oficiais citadas pela Reuters, um indivíduo fez-se explodir dentro de um carro militar estacionado num lugar destinado às forças policiais.

Fontes médicas e da polícia avançam que a explosão vitimou 22 elementos policiais e 15 civis.

O atentado aconteceu no centro de Ramadi, na zona ocidental da província de Anbar. Desde o início do ano, Ramadi e Falluja têm sido palco constante de atentados e combates entre as forças militares e extremistas do Estado Islâmico e outros grupos armados.