Três em cada quatro suíços querem manter os acordos bilaterais entre a Suíça e a União Europeia (UE), apesar da aprovação na semana passada de limites à imigração proveniente da UE, segundo uma sondagem publicada hoje.

A sondagem, realizada durante a semana que passou, concluiu que 74% dos inquiridos se opõem à anulação dos acordos com a UE, que incluem o princípio da livre circulação de pessoas, segundo os resultados publicados hoje pelo jornal Sonntags Blick.

Apenas 19% das 1.002 pessoas inquiridas pelo instituto de sondagens Isopublic afirmaram que a Suíça devia rasgar esses acordos, enquanto 7% se disseram indecisas.