Sete capacetes azuis foram este sábado mortos na região do Darfur, no Sudão, no mais grave incidente desde o início da operação internacional em 2008, referiu a força conjunta de manutenção da paz ONU-União Africana (Unamid).

A missão internacional não forneceu no imediato uma descrição detalhada dos acontecimentos, que terão ocorrido perto da base dos capacetes azuis em Manawashi, a norte de Nyala, a capital do Darfur do sul.

«Tratava-se de uma patrulha que seguia em direção a Manawashi», referiu o porta-voz da Unamid, Christopher Cycmanick.

«Sete capacetes azuis foram mortos e 17 feridos», acrescentou.